Maratonista!

Ilustração Mariana Massarani

Já imaginou correr por mais de 40 quilômetros sem parar? Parece impossível, não é? Pois essa é a tarefa de um/a maratonista! Esse/a atleta enfrenta uma rotina pesada de treinos para participar de maratonas, que são competições de corrida com percurso de 42 quilômetros.

Mas uma maratona começa muito antes do tiro de largada! Na verdade, a própria rotina do/a maratonista é uma maratona por si só. Quem conta é Valdilene dos Santos Silva, atleta do Esporte Clube Pinheiros. O dia a dia de profissionais como Valdilene é de muito trabalho, de janeiro a janeiro, sete dias por semana. E o trabalho não fica apenas na corrida e no treinamento físico. Ele continua fora das pistas. O/A atleta precisa ter uma alimentação saudável e descansar nos momentos certos. O corpo e a mente precisam estar superpreparados. Só assim um/a atleta consegue suportar correr tanto.

Já imaginou correr por mais de 40 quilômetros sem parar? Parece impossível, não é? Pois essa é a tarefa de um/a maratonista! Esse/a atleta enfrenta uma rotina pesada de treinos para participar de maratonas, que são competições de corrida com percurso de 42 quilômetros.

Mas uma maratona começa muito antes do tiro de largada! Na verdade, a própria rotina do/a maratonista é uma maratona por si só. Quem conta é Valdilene dos Santos Silva, atleta do Esporte Clube Pinheiros. O dia a dia de profissionais como Valdilene é de muito trabalho, de janeiro a janeiro, sete dias por semana. E o trabalho não fica apenas na corrida e no treinamento físico. Ele continua fora das pistas. O/A atleta precisa ter uma alimentação saudável e descansar nos momentos certos. O corpo e a mente precisam estar superpreparados. Só assim um/a atleta consegue suportar correr tanto.

Tanto sacrifício é recompensado com a chance de conhecer lugares novos e estar em grandes competições. “Eu amo correr. Só dependo de mim para realizar os meus sonhos, concretizar as coisas que eu quero. Além de tudo, me divirto fazendo atletismo. É um estilo de vida que eu escolhi”, diz Valdilene. Para ela, disputar uma maratona vai além de ser mais rápido do que outra pessoa. “É uma luta contra você mesmo, e cada segundo a menos é uma vitória pessoal”, completa.

Valdilene dos Santos Silva
Foto Esporte Clube Pinheiros/Divulgação

Valdilene conta que a parte mais difícil da vida de um/a atleta é o tempo longe da família. Nascida em São Paulo, ela não pode ficar muito em casa. “Tem que gostar muito do que faz e saber que vai abrir mão de muita coisa. Depende de você, do rumo que você escolher, da sua dedicação”.

O que o maratonista tem de especial?

Para quem é maratonista, é vantajoso ser leve, porque significa menos peso para carregar por muito tempo (cerca de duas horas) e por um longo percurso. Mas só isso não basta! O incrível desempenho dos maratonistas se deve, por exemplo, ao fato de que, com os treinos, seu coração é maior que o tamanho comum. Um coração assim bate mais forte e é capaz de bombear mais sangue. Além disso, o sangue costuma ter mais hemácias, célula sanguínea que transporta o oxigênio; e os músculos têm mais capilares, que são estreitos vasos sanguíneos. Mas como isso ajuda esses atletas? Ora, para ter um bom rendimento, eles precisam consumir muito oxigênio – e todas essas características fazem com que a quantidade de oxigênio permaneça alta no organismo! Será que tem mais? Tem! A preparação dos maratonistas também faz com que eles apresentem grande quantidade de um tipo de fibra muscular: as de contração lenta. Essas fibras musculares são células presentes nos músculos que, como o nome indica, se contraem lentamente, por isso demoram mais para entrar em fadiga. Assim, o maratonista ganha resistência!

(Adaptação de texto originalmente publicado na CHC 148)

Cathia Abreu,
Ciência Hoje das Crianças

Matéria publicada em 07.04.2020

COMENTÁRIOS

Envie um comentário

admin

CONTEÚDO RELACIONADO

Aves que semeiam

Sabia que algumas aves têm a capacidade de semear? Vamos descobrir quem são elas e como fazem brotar novas plantas!

Quando as mãos falam

Quem quer saber mais sobre a Libras, a Língua Brasileira de Sinais?