O pequeno Darwin

Quando alguém nos conta sobre grandes cientistas, é bem comum a gente imaginar essas pessoas como senhoras e senhores muito sérios, não é mesmo? Mas a verdade é que todo mundo um dia foi criança! E isso vale até para Charles Darwin, aquele que se propôs a investigar e pensar sobre como os seres vivos evoluíram. Será que o menino Darwin já dava sinais de que seria um nome importante na ciência?

Ilustração Daniel Bueno

A imagem deste senhor de barba é uma das fotografias mais conhecidas de Charles Darwin, o famoso naturalista inglês que viveu no século 19. Darwin, que tinha grandes conhecimentos de biologia e geologia, fez uma viagem ao redor do mundo a bordo do navio HMS Beagle. E foi durante esta incrível aventura pelas mais diferentes paisagens da Terra que ele observou os mais diversos seres vivos e começou a pensar muito sobre como e por que as espécies mudam ao longo do tempo. Darwin foi ficando seguro de que era o ambiente que determinava as características dos seres vivos. Ou, em outras palavras, estava certo de que diferentes grupos de seres vivos iam sofrendo adaptações em suas características ao longo das gerações.

Os pensamentos, ou melhor, a teoria da evolução de Darwin foi publicada em 1859, no livro A Origem das Espécies. Esta obra mudou para sempre a forma como a ciência descreve a história da vida na Terra. E, merecidamente, Darwin passou a ser considerado um dos maiores cientistas de todos os tempos. Mas esse texto não é sobre a evolução das espécies, é sobre a infância de Darwin. Às vezes, a gente tem a impressão de que cientista já nasceu adulto, né? Pois vamos espanar essa ideia agora mesmo!

Um dos mais conhecidos retratos de Charles Darwin não dá margem a imaginarmos que ele foi criança um dia
Fonte: Domínio Público

A família e a infância  

Charles Robert Darwin. Assim foi registrado o menino que nasceu em 12 de fevereiro de 1809, em uma casa grande e bonita, feita de tijolos vermelhos e com jardins incríveis, em Shrewsbury, uma cidade da Inglaterra. Seu pai, Robert Waring Darwin, era um médico muito conhecido por ser simpático e inteligente, o que o ajudava a ganhar a confiança de seus pacientes. Já sua mãe, Susannah Darwin, sofria em casa como secretária de Robert, porque ele, apesar de ser amigável com seus pacientes, não era muito gentil com a família. Charles era o quinto filho do casal e recebeu o nome em homenagem aos dois médicos da família: Charles, seu tio que já havia falecido, e Robert, seu pai.

O médico Robert W. Darwin, pai de Charles, e a casa da família, em Shrewsbury, na Inglaterra.
Fotos Wellcome (esquerda) e Peter Gill/Wikimedia Commons

Um menino sonhador, forte e com cabelos castanhos encaracolados, assim era Charles. Seu nariz, que era parecido com o do pai, o incomodava bastante. Ele chegou a reclamar com um amigo de escola que o seu nariz era “do tamanho de um punho” – que exagero! Charles era quieto e tímido na maior parte do tempo, talvez porque tivesse dificuldades para falar sem gaguejar. Ele adorava explorar as trilhas dos campos ao redor de sua casa, procurando por pássaros e seguindo Abberley, o velho jardineiro da família. O interesse de Charles pelas plantas e pelos animais já era um sinal da sua conexão com a natureza.

Charles tinha três irmãs – Marianne, Caroline e Susan – e um irmão – Erasmus –, todos mais velhos que ele, e que o mimavam muito. Quando tinha apenas quinze meses de vida, Charles ganhou uma irmã mais nova chamada Catherine, com quem costumava brincar muito. Em um retrato de família de 1816, os dois aparecem juntos segurando plantas da estufa do pai. Esse contato com animais e plantas e o convívio com a família com certeza influenciaram a personalidade e a formação do futuro cientista.

Charles Darwin aos sete anos de idade, junto com sua irmã Catherine, em retrato desenhado por Ellen Sharples
Fonte: Domínio Público

Hora da escola 

A educação de Charles e Catherine começou em casa, com os ensinamentos de sua irmã mais velha Caroline, que cuidava das crianças como se fosse governanta. Na presença de Caroline, Charles (carinhosamente apelidado de “Bobby” ou “Charley”) era um menino muito animado e travesso, sempre querendo atenção e elogios da irmã. Certa vez, ele tentou quebrar uma janela quando foi trancado em um quarto como castigo. 

Ao completar 8 anos, Charles foi enviado para estudar em uma escola paroquial. Ele gostava mais da escola do que do ensino em casa com Caroline, porque achava que aprendia muito mais rápido na escola do que com sua irmã.

Apesar de sua origem em uma família rica, Charles era considerado um menino simples. Em casa, ele passava muito tempo lendo – lia até debaixo da mesa da sala de jantar. Um dos livros que Charles gostava era Robinson Crusoé, obra que atravessa gerações e relata as aventuras de um náufrago em uma ilha deserta.

Hábitos e manias 

O pequeno Darwin também gostava de passar horas pescando no rio perto de sua casa. Um pouco mais crescido, usava minhocas como isca, mas, antes de colocá-las no anzol, ele as matava em água salgada para que não sofressem quando espetadas. 

Charles também gostava de caminhar pela praia e de observar aves marinhas. Mas o que adorava mesmo era colecionar coisas! Tinha coleções de conchas, selos, ovos de pássaros, minerais, insetos… Quando adulto, chegou a dizer: “A paixão pela coleção era muito forte em mim”. 

Um dia, enquanto visitava a costa de Gales, ele ficou muito animado ao encontrar uma cobra e alguns besouros vermelhos em frente à casa na qual estava hospedado. Esse prazer que ele sentia em colecionar objetos e em encontrar animais deve ter sido uma forte influência em seu crescente entusiasmo pela natureza.

Certa vez, durante um passeio no campo, Charles viu dois besouros raros e os pegou, um em cada mão, a fim de estudá-los. Depois, avistou outro besouro raro, o qual não ousaria perder. Na tentativa de pegá-lo, Darwin fez algo muito errado: colocou o besouro que estava na mão direita na boca – arghhh! Sabe o que aconteceu? O besouro cuspiu um líquido muito forte que “queimou” a língua de Charles. Ele teve que cuspir o bicho imediatamente, perdendo os outros pelos quais estava interessado. Já em outra ocasião, uma vespa pousou no rosto de Charles, que se levantou silenciosamente do sofá e ficou olhando para si mesmo no espelho até que a vespa fosse embora.

Futuro cientista 

As experiências que Charles Darwin vivenciou quando era criança foram muito importantes para ele se tornar um grande cientista. Ele realmente era apaixonado por observar a natureza e estudar sobre diferentes espécies de animais e plantas – o que foi fundamental para o desenvolvimento de sua teoria sobre como os seres vivos mudam ao longo do tempo. 

Assim como você, Charles também era uma criança muito curiosa e fazia diversas perguntas sobre o mundo à sua volta. Será que a sua curiosidade vai fazer com que o seu nome também entre para a história da ciência?!

João Pedro Ocanha Krizek
Departamento de Ensino e História das Ciências e da Matemática
Universidade Federal do ABC

Luciana Cavalcanti Maia Santos
Coordenadoria de Pesquisa, Inovação e Pós-Graduação
Instituto Federal de São Paulo

Matéria publicada em 31.07.2023

COMENTÁRIOS

  • lucas gabriel martins

    e legal saber e historia de um cientista famoso. pois nao quis ir para a vida errada e foi estudar biologia

    Publicado em 2 de agosto de 2023 Responder

  • Davi Lucca Farias Faustino Nunes

    Eu gostei muito da notícia, quero que vocês continuem fazendo essas descobertas, eu não sabia que Darwin tinha 3 irmãs? Davi Lucca 02/08/23

    Publicado em 2 de agosto de 2023 Responder

  • Helena de Oliveira Souza – RJ

    Que gracinha de artigo! As crianças são geniais! Tem uma capacidade incrível de conhecimento! Muito linda a história do Darwin criança! Obrigada aos autores pela oportunidade de saber essas informações! ❤

    Publicado em 7 de agosto de 2023 Responder

  • Pró Fabiana Fernandes

    Gostei muito do conteúdo e da página em si, estou neste momento acessando e utilizando este artigo na aula de Gramática com meus alunos do 7º ano Vespertino do Centro Educacional Elza Reis em Camaçari, na Bahia!
    Continuem assim, com assuntos top!

    Publicado em 8 de agosto de 2023 Responder

  • Geovanny Araújo Santos

    Eu gostei muito do conteúdo e da página em si, estou neste momento acessando e utilizando este artigo com minha professora do 7° ano Vespertino, no Centro Educacional Elza Reis, continuem assim!

    Publicado em 8 de agosto de 2023 Responder

  • Miguel

    Olá meu nome é Miguel sou do 7° ano V. do Centro Educacional Elza Reis em Camaçar-BAi e vim aqui falar que gostei muito da história de Charles Darwin.

    Publicado em 8 de agosto de 2023 Responder

  • Geovanny Araújo Santos

    Eu gostei muito da história de Charles Robert Darwin, estou neste momento acessando e utilizando este artigo com minha professora do 7° ano Vespertino, no Centro Educacional Elza Reis, continuem assim!

    Publicado em 8 de agosto de 2023 Responder

  • Queila

    Muito bom 👍

    Publicado em 8 de agosto de 2023 Responder

  • Micael jesus Borges.

    Eu gostei muito desse site legal divertido é apesar disso tem muitas historias legais.

    Publicado em 8 de agosto de 2023 Responder

  • Vinícius Loiola Barreto

    Olá pessoal da CHC!
    Me chamo Vinícius Loiola Barreto, tenho 9 anos e moro na cidade de Irecê na Bahia.
    Minha professora pediu para lê a matéria “O Pequeno Darwin”, e eu achei muito interessante saber como foi a infância de um grande cientista.
    A parte do besouro na boca foi muito engraçada!
    Gosto muito de futebol, então sugiro uma matéria sobre como surgiu esse esporte.
    Obrigado,
    Vinícius.

    Publicado em 9 de agosto de 2023 Responder

  • Alice dourado Gama

    Oi chc amai a história dele amo as revistas eu gosto de ser pediatra nas brincadeiras no futuro tenho serteza que vou ser a maior pediatra do Brasil 💖

    Publicado em 9 de agosto de 2023 Responder

  • Lua Rosado Fernandes

    Oi pessoal da CHC,
    moro em Mossoró/RN
    Eu amei a historia do menino Charles Darwin. Eu achei bem interessante.
    Eu queria que vocês escrevessem mais historias falando sobre os animais.

    Um abraço

    Publicado em 14 de agosto de 2023 Responder

  • Francisco Tadeu Miranda Mourão Neto

    Eu gostei bastante da notícia. Queria saber qual é o tipo do besouro que queimou a boca do Darwin.

    Publicado em 20 de agosto de 2023 Responder

  • Leynna

    Adorei ler a história da infância de Darwin junto com minha filha. Material maravilhoso!

    Publicado em 21 de agosto de 2023 Responder

  • Profa. Maria de Fátima

    A TURMA DO SEGUNDO ANO DA ESCOLA JÚLIO MESQUITA, NA CIDADE DE ITAPIRA, SP, ADOROU HISTÓRIA DO PEQUENO CHARLES DARWIN. ADORAMOS O EPISÓDIO DO BESOURO QUANDO DIZ QUE ELE O COLOCOU DENTRO DE SUA BOCA.
    FOI MUITO BIZARROOOOO!!

    Publicado em 25 de agosto de 2023 Responder

  • Maria Antônia Gandra Nunes

    Gostei

    Publicado em 28 de agosto de 2023 Responder

  • luisa

    uau, que legal, adorei, adoro ver sobre a historia

    Publicado em 28 de agosto de 2023 Responder

  • dalton allan cesar villares

    BOM DIA CHC O GENTINHOS DE VOCES SAO MUITO CAPRIXADO VOCES FAZ ATIVIDADES ENCRIVEIS E ESTOU MUITO FELIZ COM VOCES ENTAO EU QUERO FALAR UMA COISA ATE MAIS UM BEIJO UM ABRACO TCHAU

    Publicado em 29 de agosto de 2023 Responder

  • LUCAS CAETANO LIBERTI

    Oi bom DIA EQUIPE DA CHC GOSTEI DA MATERIA DESCOBRI MUITAS COISAS LEGAIS NEI SABIA QUE DARWIN ESZITINHA UM BEJO E UM ABRAÇO

    Publicado em 29 de agosto de 2023 Responder

  • DALTON ALLAN CESAR VILLARES

    EU GOSTEI DO TEXTO O PEQUENO DARWIN ERA MUITO LINDO GOSTEI MUITO TCHAU GENTE AMO MUITO VOCES VOCES SAO CAPRIXADOS TCHAU GALERA

    Publicado em 29 de agosto de 2023 Responder

  • Arthur

    olá CHC!Amei a historia sobre o pequeno Darwin.Também muito divertido saber sobre ele e seus irmãos,fiquei muito agoniado com a parte que o Darwin colocou o besouro na boca!Sou de Assis/sp da escola Emef ”Prof Maria Clélia de Oliveira Vallim”.

    até mais!
    Arthur Alves 4 ano A

    Publicado em 29 de agosto de 2023 Responder

  • Miguel

    OIE CHC eu adorei a historia do pequeno Darwin e os irmãos dele muito legais um pouco e eu fiquei com agonia e dor da parte que ele colocou o besouro como que ele com sequil colocar o besouro na boca eu não conseguiria colocar na boca tomara que chega mais

    Publicado em 29 de agosto de 2023 Responder

  • maysa fernanda da silva morangoni

    BOM DIA CHC CIENCIAS HOJE DAS CRIANÇAS.

    EU ADOREI OS TEXTOS FALANDO SOBRE O MENINO DARWIN ENTAO AMEI MUITO MESMO
    VOU LER TODOS OS DIAS A CIENCIAS HOJE DAS CRIANÇAS

    MUITO OBRIGADA ATE MAIS THAU.

    Publicado em 29 de agosto de 2023 Responder

  • maria vitoria da silva

    Eu sou Maria Vitoria da escola Maria Clelia e eu li o texto e o texto que você fez foi muto legal eu adorei muto o texto que vocês produziu.
    chat ate mais um beijo

    Publicado em 29 de agosto de 2023 Responder

  • LUCAS GABRIEL DA SILVA DE JESUS

    Olá pessoal da chc!
    Sou Lucas Gabriel, um leitor da chc da escola Emef Profª ” Maria Clélia de Oliveira Vallim”.
    .Adorei a história de Charles Darwin!
    Adorei ver por escrito a paixão de Charles Darwin pela natureza, ele era muito inteligente! Esse texto trouxe varias coisas importantes para min.
    vocês podem trazer mais coisas assim

    Até mais,
    Lucas Gabriel

    Publicado em 29 de agosto de 2023 Responder

  • MARIA CLARA FRANCO FOGACA

    OI EU SOU A MARIA CLARA E EU AMEI ESSA HISTORIA DO PEQUENO DARWIN VOCES CAPRICHARAM DEMAIS EU AMEI MUITO PARABENS

    Publicado em 29 de agosto de 2023 Responder

  • SAMUEL

    BOU DIA EU GOSTEI NO TEXTO O PEQUENO DARWIN VOCES SAO BOUS DE ESCREVER OBRIGADO GAU

    Publicado em 29 de agosto de 2023 Responder

  • Ana Bia

    Adorei, pois acho que faltou como foi a adolescência e como se tornou cientista

    Publicado em 29 de agosto de 2023 Responder

  • Claudia Sierra

    Historia muito linda e inspiradora…..gostaria cmpartilhar com meus estudiantes na Colombia, vocês tem alguma versão no espanhol ou inglês?

    Publicado em 24 de novembro de 2023 Responder

  • Andreia

    Eu amei saber sobre a infância de Darwin.
    Me chamo Andreia, tenho 45 anos, sou de Lages, Santa Catarina.

    Publicado em 29 de novembro de 2023 Responder

  • Lucas do Espirito Santo

    Olá.
    Tivemos a oportunidade de um dos autores deste artigo trabalhar como professor de Ciências na escola EMEF Emiliano di Cavalcanti.
    Professor excelente, sem dúvidas.
    Obrigado professor João pelo seu excelente serviço.

    Atenciosamente,
    Lucas
    “Espírito Santo”

    Publicado em 2 de dezembro de 2023 Responder

  • Micaelly Silva trindade

    Ola revista chc eu achei incrível sua historia adorei conhecer um pouco da familha do pegueno Darwin eu sou da escola e e prof joao noqueira loufo sou do 5 c minha sala adorou essa história

    Abraço

    Publicado em 13 de março de 2024 Responder

  • Rosiene santos Caetano

    Eu gostei muito da estória é eu achei muito interessante

    Publicado em 13 de março de 2024 Responder

  • Matheus Monteiro Jeremias

    Olá,revista chc
    Adorei em conhecer um pouco da história dele e da família dele Também eu sou da escola e.e prof João Nogueira Lotufo e eu sou do 5c.

    Abraço

    Publicado em 2 de abril de 2024 Responder

  • Matheus Monteiro Jeremias

    Olá,revista chc
    Adorei em conhecer um pouco da história dele e da família dele Também eu sou da escola e.e prof João Nogueira Lotufo e eu sou do 5c e fiquei triste porque minha carta não foi publicada

    Abraço
    Matheus Monteiro Jeremias

    Publicado em 2 de abril de 2024 Responder

Envie um comentário

admin

CONTEÚDO RELACIONADO

Quem protege os meros?

Peixes que podem ser maiores do que humanos estão ameaçados de extinção.

Mar, misterioso mar!

Cheio de vida e de surpresas, o oceano mexe com a imaginação da gente.