Os canais de Marte

Um mal-entendido que levou muita gente a acreditar na existência de vida inteligente no planeta vermelho

Ilustração Walter Vasconcelos

Marte é vermelho! Marcianos são os habitantes de marte! Opa! A primeira frase a ciência pode afirmar: o planeta realmente tem um aspecto avermelhado ao ser observado da Terra. Já a segunda, sobre seres extraterrestres, xiii… Puxa uma cadeira e escuta essa!

O matemático e astrônomo italiano Galileu Galilei foi um dos primeiros cientistas a observar Marte. Em 1610, ele chegou a pensar que o planeta não tinha uma forma perfeitamente esférica. Outros observadores já sugeriam que Marte apresentava uma cor avermelhada. Em 1659, o astrônomo holandês Christiaan Huygens conseguiu concluir que o período de rotação de Marte seria igual ao da Terra, o que foi confirmado anos depois por outro cientista, o italiano Giovanni Cassini. Hoje sabemos que a duração de um dia marciano é 37 minutos maior do que o dia na Terra.

Huygens e Cassini também observaram a existência de calotas polares e tempestades de poeira em Marte. Na década de 1870, o astrônomo alemão William Herschel concluiu que o planeta vermelho, de maneira parecida com a Terra, deveria ter quatro estações durante o ano. Ele também identificou imensas áreas escuras na superfície, que seriam oceanos. Além disso, observou que as calotas polares eram compostas por gelo e neve, e que, de tempos em tempos, desapareciam em um hemisfério para aparecer no outro. Nesta época, já havia muitos mapas para representar a superfície marciana – os mais famosos foram os do astrônomo italiano Giovanni Schiaparelli, que apresentava algo que ficaria conhecido como “os canais de Marte”.

Aqui começa a confusão… No trabalho que Schiaparelli realizou em 1877, ele destacou a presença de diversas linhas finas que cortavam a superfície do planeta, dando a elas o nome de “canali” (canais, em português). Muitos desses canais se cruzavam, e uma parte deles seguia para locais escuros, que se acreditou serem preenchidos por água. Bom… Lembra que já se sabia que as calotas polares, formadas por gelo e neve, desapareciam de um hemisfério em determinada época e apareciam em outro? Pois é, daí veio a ideia errada de que os tais canais seriam como rios artificiais construídos por uma civilização marciana para levar água de uma região do planeta para outra. Isso porque não se acreditava na existência de chuva em Marte.

O defensor mais ilustre da presença de vida inteligente no planeta vermelho provavelmente foi o astrônomo estadunidense Percival Lowell, que, em 1894, chegou a fundar um observatório no Arizona, nos Estados Unidos, para investigar Marte. Apesar da ideia errada sobre a civilização marciana, Lowell foi responsável pela investigação que levou à descoberta de Plutão. Já os supostos canais marcianos foram associados a ilusões de ótica e a falta de instrumentos de observação adequados, como riscos nas lentes dos telescópios utilizados.

Ao longo da história, as missões espaciais a Marte mostraram que, embora boa parte das conclusões vindas das observações corresponderem à realidade, não existiam os canais e nem marcianos.


eder_molina

Eder Molina
Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas
Universidade de São Paulo

Sou paulista, e já nem lembro quando nasci… Sempre fui curioso sobre o porquê das coisas, e desde criança tinha meu clubinho da ciência. Hoje sou professor de Geofísica e continuo xereta e buscando aprender muitas coisas, principalmente sobre a Terra e o Sistema Solar.

Matéria publicada em 04.05.2023

COMENTÁRIOS

  • Manuela Constantino Mossini dos Santos

    Eu gostei muito da sua matéria, gostei muito de saber sobre Marte e espero que vocês tragam novamente este tipo de conteúdo.

    Publicado em 16 de maio de 2023 Responder

  • João Vitor

    Esse assunto é muito legal e vocês conseguem resumir bem esse conteúdo e acho bem legal que poderia ter vida fora do planeta terra , e gostaria de ver mais conteúdos relacionados sobre isso.

    Publicado em 16 de maio de 2023 Responder

  • Gabi S. C. F.

    Achei a matéria muito interessante. A leitura não foi muito cansativa, ela foi dinâmica, fazendo com que prendesse a atenção dos leitores. Foi resumida de um modo claro, sendo uma leitura objetiva com informações importantes. Foi bem dividido e estruturado. Que postem mais textos com esta estrutura, obrigada!

    Publicado em 16 de maio de 2023 Responder

  • Ana Clara Almeida

    Ola, gostei muito dessa matéria, ela começou com uma frase famosa para ”quebrar o gelo”, as informações são muito interessantes, porém acho que se tivesse mais resumido seria mais atrativo.

    Publicado em 16 de maio de 2023 Responder

  • José Emanuel Rodriges Santos

    Na minha minha opinião está muito bom mais devia ter detalhado mais, falado dos fatos que acontecem lá em Marte e falado sobre as terras do planeta..
    Obrigado por ler.

    Publicado em 16 de maio de 2023 Responder

  • Felipe.V

    Ola Eder Molina
    Eu adorei esse tipo de assunto, sobre o planeta marte, essa matéria seria super legal de se estudar na escola e parabéns por toda essa inteligencia.

    Publicado em 16 de maio de 2023 Responder

  • Lara Domingos Papst

    Achei muito legal, gosto muito de saber sobre os planeta e os universo que vivemos, mas mesmo com as pesquisas tenho minhas duvidas sobre os marcianos talvez minha imaginação seja fértil de mais, estou estudando sobre as revistas de vocês e acho super legal, um conteúdo que eu acho super legal é sobre a a formação da terra, espero que vocês tenham gostado da dica!

    Publicado em 16 de maio de 2023 Responder

  • Laura P. C.

    Oi CHC. Eu achei o seu artigo muito interessante e muito esclarecedor. Gostei muito da forma que o texto foi escrito, porque ele desperta a vontade de saber cada vez mais sobre o assunto. Eu gostaria de ver mais conteúdos sobre o Sistema Solar aqui, porque é um tema que eu adoro. Eu também gostaria de uma matéria sobre o Sol.
    Muito Obrigada!!

    Publicado em 16 de maio de 2023 Responder

  • Maria Luiza Tavares Silva

    Adorei esta matéria, amo este tipo de assunto, sobre espaço. Achei muito interessante, achei que a leitura não foi cansativa, me interessei bastante enquanto estava lendo. É um tema muito legal para ler enquanto estamos sem nada para fazer, com várias informações importantes, e o texto bem organizado.

    Publicado em 16 de maio de 2023 Responder

Envie um comentário

admin

CONTEÚDO RELACIONADO

Aves que semeiam

Sabia que algumas aves têm a capacidade de semear? Vamos descobrir quem são elas e como fazem brotar novas plantas!

Quando as mãos falam

Quem quer saber mais sobre a Libras, a Língua Brasileira de Sinais?