Segura para não voar!

Tudo aquilo que a gente segura e, de repente, solta, cai no chão, certo? Nem tudo! Experimente soltar balões cheios com gás hélio. Em pouco tempo, eles estarão looonge, flutuando pelo ar! Antes que você pense em segurar um monte desses balões para tirar os pés do chão, aterrisse nesse texto e descubra a ciência por trás dessa história!

Ilustrações Jaca

Talvez você já tenha ajudado seus familiares ou amigos a encher balões para alguma festa de aniversário. O ritual é mais ou menos assim: você preenche seus pulmões com ar, estufa o peito de forma muito valente e assopra com bastante força até o balão inflar. Após dar um nó, evitando que o ar saia do balão, você deve ter notado que, infelizmente, ele não flutua. Ao contrário daqueles balões que compramos no parque e precisamos segurar com uma linha ou uma fita para que eles não se percam pelos ares, os que enchemos e soltamos – ploft! – vão direto para o chão.

A diferença está no fato de que o balão que flutua não é preenchido com ar, mas com outro gás, o hélio. Você já deve ter ouvido o nome desse gás. O que você talvez não saiba é que o hélio pertence a um grupo que cientistas chamam de gases nobres. A característica principal dos gases nobres é o fato de serem praticamente inertes, isto é, não se misturam, ou melhor, raramente participam de reações químicas.

Mais denso ou menos denso? 

Sim! Sim! Sim! Eu sei que o seu desejo é saber por que os balões preenchidos com hélio flutuam e aqueles preenchidos com ar não. A resposta é bastante simples e está relacionada a uma propriedade chamada densidade.

Para calcularmos a densidade, precisamos fazer a seguinte conta: dividir a massa (seja de um sólido, um líquido ou um gás) pelo seu volume – algo que talvez lhe pareça complicado. Mas nós também podemos verificar se determinada substância é mais densa ou menos densa do que outra comparando-as entre si.

Exemplo? Temos! Se você colocar água e óleo em um copo, verá que essas duas substâncias não se misturam e que o óleo “flutua” sobre a água. Isso acontece porque o óleo é menos denso do que a água.

Agora, vamos aos balões! O ar é uma mistura de gases – contém nitrogênio, oxigênio, gás carbônico, vapor d’água e outras substâncias. O hélio é menos denso do que essa mistura. Por isso, balões preenchidos com hélio flutuam no ar. Simples assim!

Gráfico Marina Vasconcelos
Foto Andrea Huls Pareja/Unsplash
Se soltarmos os balões que enchemos com ar, eles caem no chão; enquanto os de gás hélio flutuam. A explicação é a densidade!
Foto Freepik

Nome de deus grego 

Na mitologia grega, Hélio é o nome dado ao antigo deus que representava o Sol. O gás recebeu este nome por conta de como ele foi observado pela primeira vez. Escuta só…

Em 1868, ocorreu um eclipse solar que seria visível na Índia. Em função desse evento, um grupo de cientistas se reuniu naquele país. Eles levaram um equipamento que permitia observar os diferentes comprimentos de onda da radiação emitida pelo Sol. E então…

Ao longo de suas observações, esses cientistas verificaram um tipo de radiação que ainda era desconhecido e concluíram que se tratava da presença de um novo componente no Sol. Tempos depois, descobriu-se que esse componente, ou melhor, esse elemento químico, poderia ser encontrado na Terra também. Atualmente, sabemos que o hélio é o segundo elemento químico mais abundante no Universo, ficando atrás apenas do hidrogênio.

Agora veja quanta pompa para esse gás! Ele recebe o título de nobre, tem nome de deus grego e ainda pode ser considerado metido, por não gostar muito de se envolver em reações químicas, isto é, de se misturar com outros elementos. Mas, vamos combinar, quando convidamos o gás hélio para nossa festa ou para o nosso passeio no parque, tudo pode ficar mais divertido! É ou não é?

Voz engraçada 

Impossível falar em gás hélio sem mencionar uma brincadeira bastante comum: inalar esse gás para ficar com a voz engraçada. O efeito é passageiro e a voz fica destorcida, mais fina. A explicação para a alteração na voz também passa pela questão da densidade. Veja só…

Logo após inalarmos o hélio, as ondas sonoras produzidas no ato da fala irão viajar, ou melhor, se propagar, primeiramente, por esse gás e não pelo ar, como ocorre usualmente. Como o hélio é menos denso do que o ar, essas ondas sonoras conseguem viajar mais rapidamente, levando a alterações no som.

Agora, atenção! Apesar de divertida, essa prática pode ser uma pouco perigosa. Conforme comentamos, o hélio é considerado um gás inerte e, por isso, não irá causar danos diretos ao seu organismo. Porém, ao ser inalado, ele ocupa o lugar que deveria ser ocupado pelo oxigênio nos seus pulmões. Isso pode resultar em tontura e desmaios, que, por sua vez, podem ter consequências mais graves.

Raoni Schroeder B. Gonçalves
Instituto de Química
Universidade Federal do Rio de Janeiro

Matéria publicada em 02.05.2023

COMENTÁRIOS

  • Renata Sapucaia

    muito legal e interesante

    Publicado em 2 de maio de 2023 Responder

  • Profa. Miriam

    Que interessante! Utilizarei esse artigo como material para as minhas aulas 👏

    Publicado em 5 de maio de 2023 Responder

  • Turma do 3º ano.

    Olá! Somos a turma do 3º ano do Colégio Objetivo de Ribeirão Pires.
    Gostamos da reportagem e tudo que explica sobre o gás hélio.
    Obrigada pela informação..
    09/05/2023

    Publicado em 9 de maio de 2023 Responder

  • Araujo

    muito legal

    Publicado em 12 de maio de 2023 Responder

  • davi lucas

    nossa

    Publicado em 17 de maio de 2023 Responder

  • 2o.c

    A turminha do 2o. ano “C” da escola JÚLIO MESQUITA na cidade de Itapira-SP adorou esse artigo!!!

    Publicado em 19 de maio de 2023 Responder

  • miguel benhur

    eu achei muito interessante’ o ar que respiramos

    Publicado em 23 de maio de 2023 Responder

  • Henrique nunes moreno

    Eu gostei da explicação da diferença entre os dois gases.

    Publicado em 24 de maio de 2023 Responder

  • Bernardo de Barros e Eouza

    Essa matéria sobre o gás hélio foi muito legal mesmo,sabia que tinha nome de Deus grego.
    Se vocês poderem colocar uma matéria sobre o animal “girafa”e sobre os seus estômagos seria bem da hora

    Publicado em 1 de junho de 2023 Responder

  • Ana

    Gostei da reportagem

    Publicado em 14 de junho de 2023 Responder

  • ELAINE FROES

    BOM DIA!

    SOU A PROFESSORA ELAINE, LECIONO NA EMEF EIZABURO NOMURA, BARUERI, SP.
    HOJE APRESENTEI A REVISTA ONLINE PARA ELES, DEVIDO AO PROJETO LEITURA E DE PRODUÇÃO DE GÊNEROS TEXTUAIS.
    AS CRIANÇAS GOSTARAM.
    AGUARDO RETORNO DESTE PARA REPASSAR A ELAS.

    PROFESSORA ELAINE FROES

    Publicado em 16 de junho de 2023 Responder

  • Lígia Imaguire

    Olá, pessoal da CHC!

    Obrigado pela matéria a respeito do ar, ela nos trouxe muitos conhecimentos sobre ele.

    Aprendemos a diferença entre os gases hélio e oxigênio: o balão que fica no chão está cheio de oxigênio; o balão que voa para o céu, está cheio de hélio.

    Obrigado,

    1° ano B, Colégio Santa Cruz

    Publicado em 3 de outubro de 2023 Responder

  • ISABELLA BARBOSA DA SILVA

    OLA CHC! AMEI O’´SEGURA PARA NAO VOAR ´´ CONTINUEM ASSIM.
    ABRAÇOS. ISABELLA

    Publicado em 1 de novembro de 2023 Responder

Envie um comentário

admin

CONTEÚDO RELACIONADO

Aves que semeiam

Sabia que algumas aves têm a capacidade de semear? Vamos descobrir quem são elas e como fazem brotar novas plantas!

Quando as mãos falam

Quem quer saber mais sobre a Libras, a Língua Brasileira de Sinais?