vulcanólogo!

Ao contrário do que muita gente pensa, os vulcões não são montanhas que cospem fogo! Na verdade, o que sai dos vulcões são rochas derretidas, conhecidas como magma. Quando esse magma chega à superfície, muda de nome, passando a se chamar lava! E elas são muuuito quentes… por isso têm a cor avermelhada.

Existem pesquisadores que se dedicam a estudar os vulcões. São os vulcanólogos! A vulcanóloga Rosaly Lopes acha a erupção de um vulcão o maior espetáculo da natureza. Ela trabalha na agência espacial americana, a Nasa, e estuda vulcões há 40 anos! Rosaly não tem um preferido, mas conta ter um lugar especial no coração para o Etna, que fica na Itália – foi o primeiro vulcão que ela estudou. O estudo dos vulcões ajuda a prever quando eles podem “despertar”. E você sabia que a Terra não é o único planeta que possui vulcões? Confira nessa entrevista para lá de quente!

Ilustração Bruna Assis Brasi

Ciência Hoje das Crianças: Os vulcões são montanhas que cospem fogo?

Rosaly Lopes: Os vulcões são aberturas na crosta da Terra de onde saem rochas derretidas. Elas são conhecidas como magma. Quando o magma chega à superfície, chamamos de lava. Os vulcões não têm fogo. As lavas são muito quentes e, por isso, têm cor avermelhada.

 

CHC: Os vulcões existem há quanto tempo?

Rosaly: Os vulcões existem desde o início da formação da Terra. Os planetas começaram muito quentes, e esfriaram aos poucos, formando uma crosta, como existe na Terra. O vulcanismo ajuda a trazer calor do interior do planeta para a superfície.

 

CHC: Por que é importante estudar os vulcões? 

Rosaly: Por muitas razões, incluindo porque queremos entender os vulcões suficientemente para poder prever erupções. Os vulcões variam, então é mais fácil prever a erupção de alguns do que de outros. Mas os estudos de vulcões diferentes nos ajudam a entender como eles entram em erupção e como funcionam em termos de física e química.

 

CHC: Você trabalha na Nasa. Como é o estudo de vulcões na agência espacial americana?

Rosaly: Eu gosto de muitos aspectos da pesquisa. O trabalho de campo de ir a vulcões ativos é do que mais gosto. A Nasa estuda vulcões na Terra e em outros planetas. Sim, existem vulcões em outros planetas também! Mas com algumas diferenças. Por exemplo: outros planetas e luas não têm o movimento de placas tectônicas como existe na Terra. Também há diferenças na composição química das lavas.

 

CHC: O Brasil tem vulcões? 

Rosaly: O Brasil teve vulcões no passado, mas não estão mais ativos. Os basaltos do Paraná são famosos. E Fernando de Noronha é o lugar que tem as lavas mais recentes.

 

CHC: O que determina que um vulcão vai estar “acordado” ou “adormecido”?

Rosaly: Não existe uma definição muito precisa. Dizemos que “ativo” (acordado) é um vulcão que pode entrar em erupção, e que esteve ativo em um período histórico. Um vulcão extinto é o que achamos que não vai mais entrar em erupção. Já um vulcão “adormecido” é aquele que pode entrar em erupção, mas não esteve ativo em tempos históricos. Tempos históricos são aqueles períodos sobre os quais temos registros e descrições de pessoas da época. Para alguns lugares, podem ser de 2.000 anos ou mais. Em outros locais, são apenas de algumas centenas de anos. Esses registros variam. Na Europa, existem mais registros antigos do que, por exemplo, nas Américas.

 

CHC: Os vulcões dão sinais de que vão entrar em erupção?

Rosaly: Sim, vários. Em geral, terremotos indicam que o magma, as rochas derretidas que saem da crosta da Terra, estão subindo.

 

CHC: Do que é feita a lava? E ela é sempre vermelha?

Rosaly: A lava é feita de rochas derretidas. Tem várias composições, como rochas de basalto, andesita e outras. O vermelho não aparece sempre. Quando a maioria das lavas esfriam, por exemplo, elas ficam pretas.

 

CHC: Muitas vezes temos a impressão de que os animais “sabem” quando um vulcão está prestes a acordar, antes de nós. Como eles sabem disso?

Rosaly: Não temos nenhum estudo científico que prove isso, mas, como os vulcões em geral provocam tremores de terra antes de uma erupção, os animais podem sentir esses tremores.

 

CHC: Quando a lava entra em contato com o lado de fora, quanto tempo leva para esfriar e ser seguro para as pessoas?

Rosaly: Depende, mas a lava esfria muito rapidamente. Quando esfria, resta um bom isolante, por isso é possível andar em cima de lava que já esfriou um pouco, enquanto ela está muito quente e se movendo por baixo. Os vulcões são fascinantes.

Elisa Martins

Jornalista, especial para a CHC.

Matéria publicada em 17.09.2019

COMENTÁRIOS

  • Lidia Guedes dos Santos Silva

    Olá equipe da revista CHC, nós alunos e professora do 2º ano B, da EMEF. Professor Isaltino de Campos, estamos estudando sobre cartas do leitor, e visitamos esse site para ampliar nosso conhecimento.
    Lemos a reportagem sobre a profissão de Vulcanólogo e depois realizamos uma pesquisa sobre o que é um vulcão e também histórias famosas relacionadas a eles.
    Gostamos muito e deixamos registrado o quanto a aula ficou enriquecida com esse artigo produzido por vocês.

    Um abraço carinhoso.
    Turma do 2º ano B e professora Lídia.

    Marilia, 05 de setembro de 2023.

    Publicado em 5 de setembro de 2023 Responder

Envie um comentário

CONTEÚDO RELACIONADO

Aves que semeiam

Sabia que algumas aves têm a capacidade de semear? Vamos descobrir quem são elas e como fazem brotar novas plantas!

Quando as mãos falam

Quem quer saber mais sobre a Libras, a Língua Brasileira de Sinais?